sábado, 13 de dezembro de 2008

Natal e Crepúsculo

Adoro esta época!
Adoro as luzes nas ruas, a escolha dos presentes para aqueles de quem mais gosto, a decoração das casas, a música nas lojas, o frio e os beijinhos.


No fim-de-semana passado fui ver o filme baseado no livro Crepúsculo (Twilight). Quem me conhece sabe que esta saga é a minha preferida. E sim, pode parecer fútil que os meus livros preferidos sejam estes (tãooooo light) mas, considero-me com liberdade literária suficiente para escolher aqueles que quero e não os que são intelectualmente correctos.

Quando o 1ºlivro saiu em Portugal não fazia ideia do que se tratava. Comprei-o pela capa. E devorei-o numa tarde de chuva, no Algarve, com o mar como pano de fundo. E desesperei até ao lançamento do 2º e do 3º. Agora arranco o verniz das unhas à espera do 4º.
Claro que podia ler em Inglês, mas como penso e sinto em Português prefiro esperar.

Quanto ao filme...
Nunca alimentei muitas expectativas. O elenco não me agradava e sentia um certo terror em ver o Edward Cullen transformado em qualquer coisa que não o que eu tinha imaginado.
Mas tinha que o ver, claro, e assim que estreou lá fui eu.
Não foi mau. As personagens estão bem (o Edward não é O Edward mas está lá perto), mas falta intensidade.
Não sei se seria possível passar para a tela todo aquele rodopio de emoções... mas eu queria isso.


Deixo-vos com um aproximar do Edward que eu imaginei (como sabem este livro gerou um clube de fans do Edward e tudo... nunca visto!), que encontrei por acaso no Deviant art.

http://kayredko.deviantart.com/art/Edward-Cullen-63792366

1 comentário:

Ricardo disse...

O que vale é que só escolheste um gajo bonito na tua vida... :P